Welcome



(Heize) - And July (Feat. DEAN, DJ Friz)
I guess you asked to break it down boy. Rock the beat Did someone put drugs in it? yeah (I said it’s true) In your normal voice (I said it’s true) I drink cold water I drink bitter coffee But it’s so sweet, why? (I said it’s) killin me softly From A to Z All of your past I know everything So why am I being like this? I can’t even say anything I’m about to explode It’s too late to say That I’m saying this out of heat (what) So I’m only lingering around you I can give you the world If only you come to me I can give you the world Just say it I’ll do anything for you yeah From the long spring To the summer that just came Thinking bout you baby Yeah A night hotter Than the July sun Like all weekends It’ll probably coo down But today, it’ll be different All the emotions I pushed back I’ll tell you today I hope We’ll be ok I pushed back the UMF tickets That I’ve been waiting for And I’m on my way to see you baby I put on some perfume I put on my expensive Jordans Then I get a call from you “I don’t think I can go out today” I can give you the world If only you come to me I can give you the world Just say it I’ll do anything for you yeah From the long spring To the summer that just came Thinking bout you baby Yeah Among the coming and going people I’m all alone The fleeting night is comforting (BUT) if it’s not today, I don’t think I can So I’m pressing your phone number If I hesitate more I might see another girl next to you So I’ll be careful And I’ll tell you as if it’s not my story I was denying it, saying I don’t know Then two seasons have passed us Even in this moment, I miss you I need to be sure Now stop If I say it in May I might seem impatient If it’s next June It’s obvious you’ll be busy So I came this far I know I’m not just a friend anymore You already know So what I’m saying is You’re fine. I’m fine. And July. Oh the reason is enough BABY You’re fine I’m fine And July oh (you know?) “It’s better if I’m a guy“

24 dezembro 2015

10 Fatos Sobre O Natal


  Hello meus Xerosos ^^ Falta 1 dia para o Natal, YAYYYYYY┗(^∀^)┛Estão ansiosos?! Eu estive contando os dias de tão ansiosa que estou, além do mais, o Natal é uma data very special, a família reunida, os amigos, presentes, passar o tempo com o seu crush or boyfriend ৲( ᵒ ૩ᵕ )৴♡*৹ piscada maliciosa. Como eu não fiz nenhum post relacionado ao Natal (só aquele que falei o que iria fazer nele e a playlist) vários blogs postaram alguma coisa relacionada ao Natal e resolvi fazer esses fatos. Iria ser fatos estranhos mas não encontrei, então vai ser esses mesmo, OK? Let's Go <3

Um presentinho de mim pra vocês do B.A.P comemorando o Natal Loucamente <3 O gif é meu!!! Não tire os devidos créditos!!!
1 - Bastões de doces não são religiosos
  Um mito diz que havia um fabricante de doce indiano que inventou o bastão de doces em forma de "J" para Jesus (alternadamente um bastão de pastor) e coloriu de branco para representar a pureza do nascimento virginal de Jesus e o vermelho para o sangue derramado na cruz. Esse mito é falso. O uso religioso mais próximo de bastões de doces foi quando uma igreja cristã deu-lhes para as crianças para acalmá-las durante a missa, fato que ainda não provado.
2 - Dia 25 não é o dia que Jesus nasceu (isso eu acho que vocês já sabem, e eu sei também)
  A presença de pastores na história sugere a possibilidade de um nascimento na Primavera, uma vez que o Inverno seria muito frio para as ovelhas estarem fora durante a noite. A teoria mais forte é que a data tenha sido escolhida para se contrapor á principal festa religiosa dos romanos, do Sol invencível que se dava na noite do dia 24.
3 - Papai Noel é da Turquia
  São Nicolau era um bispo grego-ortodoxo que viveu por volta de 300 d.C., em que é agora o país da Turquia. São Nicolau era conhecido por sua generosidade com as pessoas. O ato lhe deu santidade e a lenda começou quando ele jogou um saco de moedas de ouro pela janela para um homem pobre que estava sendo forçado a vender suas filhas á escravidão. Como a história de São Nicolau evoluiu, as celebrações se transformaram no passar dos séculos e até se transformar na história moderna do Papai Noel que todos nós conhecemos e amamos.
4 - Os Americanos não comemoravam o Natal (eu, hein...)
  Americanos puritanos realmente eram proibidos de celebrar o Natal entre os ano de 1659-1681 em Boston, apesar de Nova York e Virginia ainda comemorarem o feriado. Após a Revolução Americana, ninguém comemorava o feriado, uma vez que era visto como um costume dos britânicos não puritanos. Em 1806, Washington Irving escreveu " A History New York", que detalhou o holandês St. Nicholas e várias tradições de Natal. Em 1819, Irving escreveu um livro ainda mais popular chamado "O livro do esboço de Geoffrey Crayon", que incluía "The Legend of Sleepy Hollow" e "Rip Van Winkle", juntamente com cinco histórias de Natal. Estes livros descrevem diferentes tradições do Natal, o que voltou lentamente para os Estados Unidos.
5 - Pães de gengibre vieram da Ásia (pães de gengibre??? Nunca ouvi falar. It's good?!)
  O gengibre fez seu caminho da Europa para a Ásia no século 11. Depois disso, tornou-se um enorme sucesso na Europa e todos começaram a usar a raiz. Logo depois do gengibre se tornar moda, as pessoas começaram a fazer pão de gengibre, transformando-o em formas como animais, armadura ou "maridos de gengibre", que as mulheres, as vezes, comiam para aumentar as suas chances de conseguir um companheiro (What.... seriously?)
6 - Papel de embrulhar presentes
  Durante muito tempo, o papel de embrulho foi apenas um papel colorido de seda que era usado para embrulhar presentes. Em 1917, em Kansas City, dois irmão cansaram dos papéis de seda vermelho, verde e branco em sua loja e acharam que precisavam de algo a mais para embrulhar as compras de seus clientes. Eles decidiram tentar envolver os presentes em um papel fino extravagante, destinado para envelopes de revestimento. Foi um sucesso instantâneo  e eles começaram a vender o papel de embrulho por conta própria. Eventualmente, os irmãos JC e Rollie Salão fundaram a Hallmark e fez do papel de embrulho sua atividade principal.
7 - Não existiam elfos ou duendes no Natal
  Os elfos nunca foram uma grande tradição natalina, até que foram introduzidos em 1800. Louisa May Alcott desenvolveu a ideia de elfos no folclore do Natal com seu livro de 1850, "Duendes de Natal", mas essa história nunca foi publicada. O mundo teve que esperar até o Natal de 1873 na edição de uma revista chamada "Godey's Lady's Book", que contava uma história com Papai Noel e duendes, entre brinquedos.
8 - A árvore de Natal
  A origem da árvore de Natal é mais antiga que o próprio nascimento de Jesus Cristo, ficando entre o segundo e o terceiro milênio A.C.. Naquela época, uma grande variedade de povos indo-europeus que estavam se expandindo pela Europa e Ásia, consideravam as árvores uma expressão de energia de fertilidade da Mãe Natureza, por isso lhe rendiam culto.

O carvalho foi, em muitos casos, considerado a rainha das árvores. No inverno, quando suas folhas caíam, os povos antigos costumavam colocar diferentes enfeites nele para atrair o espiríto da natureza, que se pensava que havia fugido.

A árvore de Natal moderna surgiu na Alemanha e suas primeiras referências datam do século 16. Foi a partir do século 19 que a tradição chegou á Inglaterra, França, Estados Unidos, Porto Rico e depois, já no século 20, virou tradição na Espanha e na maioria da América Latina.
9 - Origem das Renas
  Professores de biologia da Harvard contam uma história de Natal que detalha a história de antigos xamãs e renas que comiam cogumelos psicodélicos juntos. Eles eram provavelmente os únicos que disseram que viram as renas voando, mas não há nenhuma evidência sólida de que isso ocorreu. 

Dito isto, os estudiosos como John Rush, um antropólogo e instrutor na Sierra College, acredita que todo o conceito de Natal poderia vir a partir desses xamãs. Esses xamãs praticantes ou padres ligados ás tradições mais antigas iriam recolher cogumelos, em seguida, dá-los como presentes no solstício de inverno. Esses cogumelos eram vermelhos com manchas brancas, assim como a roupa do Papai Noel. Essa ligação possilvelmente deu origem a tradição das renas no Natal.
10 - Formas de se desejar Feliz Natal ao redor do mundo
  Em francês se diz joyeux Noel; Em inglês, Merry Christmas (duh); Em alemão, frohe weihnachten; Em Espanhol, feliz navidade (duh again); Em italiano, buon natale e em polonês, wesotych swiat. And in Japanese Meri Kurisumasuuuuuuuuuuu YAYYYYYY ^^

Fonte: mundolouco.net

Xamãs: Xamã, ou shaman, é um termo de origem tungúsica que nessa língua siberiana quer dizer, na tradução literal, "Aquele que enxerga no escuro".
Psicodélico: Psicodelia ou psicadelia é uma manifestação da mente que produz efeitos profundos sobre a experiência consciente.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 Foi isso meus Xerosos, qual desse fatos vocês acharam mais incomum?! Para mim foi do pão de gengibre. Quem é que come essa coisa hoje em dia? E olha que eu nunca ouvi falar que tinha pão de gengibre... it's weird. Bom, espero que tenham gostado, pra quem não irá ficar na blogosfera, Feliz Natal e boas festas, Okay?! Eu irei ficar aqui pois nem viajar eu irei hehe ^^ Mas vai ter festa e comida, e quando chegar do trabalho vou comprar as gordurisses e comer quando der meia noite. B-Joo pra vocês e até o próximo post ^^ ~B-joosss

Nenhum comentário:

Postar um comentário

C
LAYOUT FEITO PELO GNMH, NÃO COPIE!